Entender como funciona um microscópio óptico é bastante simples. Neste artigo você compreenderá um pouco mais sobre esse equipamento e como ele é composto.

O microscópio óptico pode ser aplicado em diversas atividades, possibilitando ensaios, a realização de exames e a análise de variados componentes, orgânicos ou não.

Microscópios das melhores marcas é na Loja Roster

Possui uma estrutura típica e um funcionamento bem prático para facilitar ainda mais a rotina dos profissionais que precisam aplicar esse produto no seu dia a dia.

Para saber um pouco mais como esse instrumento atua, prossiga com a leitura!

O que é um microscópio óptico e como funciona sua estrutura?

Um microscópio óptico é um instrumento que possibilita a ampliação de variados objetos com o objetivo de analisá-los, quantificá-los ou realizar alguma ação sobre eles. Para isso, conta com um sistema óptico composto por dois conjuntos de lentes. Uma delas, a objetiva, é posicionada próxima ao objeto que se deseja analisar, formando uma imagem real dessa amostra.

A outra, denominada ocular, possibilita uma visualização ampliada do objeto. As lentes objetivas são capazes de ampliar a imagem até 100x, enquanto as oculares
permitem um aumento de até 15 vezes. Posicionadas em lados opostos, as objetivas e oculares são interligadas por um canhão. Esse tubo serve, também, de suporte para o revólver na parte inferior.

O revólver é útil para promover uma mudança de lentes objetivas, modificando o aumento utilizado.

O macrômetro e micrômetro são peças giratórias que permitem movimentar a platina com o objetivo de realizar uma focagem mais eficiente. A platina, por sua vez, é o local onde será posicionado o material a ser analisado.

O condensador, um conjunto de lentes, serve para controlar e concentrar os raios luminosos. Já o diafragma é capaz de regular a intensidade de luz sobre o objeto.

A fonte de luz, projeta a iluminação que atravessa o diafragma, a lâmina e a amostra a ser analisada.

Entenda como funciona um microscópio óptico

A luz, proveniente da fonte de luz, atravessa o condensador e o diafragma, incidindo sobre a amostra posicionada na platina e chegando até as lentes. A amostra, posicionada na platina, pode ser focada através do macrômetro e micrômetro. É possível modificar as objetivas para proporcionar maior ou menor aumento.

A luz, ao atingir a lente objetiva, forma uma imagem aumentada e intermediária do objeto em análise. Por fim, a lente ocular amplia e produz a imagem final da amostra analisada.

A imagem observada dependerá do poder de resolução das lentes e do comprimento de onda da luz utilizada.

Microscópio óptico: Um resumo sobre seu funcionamento

Neste artigo você aprendeu o que é um microscópio óptico, quais são os seus principais compartimentos, além de entender o seu funcionamento. Sendo assim:

O microscópio óptico permite ampliar amostras;

  • É formado pelas lentes objetivas e oculares que são capazes de aumentar a
    visualização do objeto;
  • Possui outros componentes ópticos como o diafragma, o condensador e a própria
    fonte luminosa;
  • Contém componentes mecânicos, como a platina, o micrômetro e macrômetro, o
    revólver e o canhão;
  • Funciona por meio de uma fonte de luz que atravessa o condensador e o
    diafragma, passando pela amostra e chegando até as lentes, possibilitando uma
    imagem aumentada do objeto analisado.

Se este artigo te ajudou de alguma forma, compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a entender melhor como funciona um microscópio óptico.

Microscópios das melhores marcas é na Loja Roster