Os estudantes das escolas estaduais de São Paulo terão mais 15 minutos de aula diariamente e novas disciplinas no ano de 2020. A novidade foi anunciada pelo Governo de São Paulo, que prevê em torno de 2 milhões de alunos envolvidos nesse aumento da carga horária escolar.

Acompanhe para entender melhor todas essas alterações.

Carga horária maior

Atualmente, os alunos dispõem de seis aulas diárias com duração de 50 minutos. Já no ano que vem, as disciplinas durarão 45 minutos, com sete aulas distintas por dia. Essas modificações afetarão os horários de saída dos alunos, que de manhã passarão a deixar a escola às 12:35 e pela tarde, às 18:35.

Além dessas medidas, o governo informou que pretende investir em torno de 250 milhões de reais na contratação de professores.

Aumento do número de disciplinas

As disciplinas a mais no currículo serão quatro, sendo duas eletivas. As outras duas são destinadas a assuntos como tecnologia, e atividades de desenvolvimento da ética e cidadania. A escolha pelas disciplinas eletivas que serão ofertadas dependerá dos interesses dos estudantes e da formação profissional dos professores das unidades.

Todas essas modificações fazem parte do projeto Inova Educação, modelo aplicado desde 2012 em 633 escolas da rede estadual de São Paulo.

Modificações nos períodos de férias

Outra alteração importante diz respeito às férias escolares que serão divididas em quatro períodos durante o ano. Nesse contexto, as férias de julho se reduzirão a 15 dias, com a inserção de duas semanas em abril e uma semana em outubro. Os trinta dias entre os meses de dezembro e janeiro foram mantidos pelas novas regras.

De acordo com o governo, não houve aumento nem diminuição da temporada de férias, apenas uma realocação desses períodos durante o ano letivo.