A cerimônia do Prêmio Educador Nota 10, ocorreu no dia 30 de setembro e teve como vencedora a coordenadora pedagógica Joice Lamb, da EMEF Profª Adolfina J. M. Diefenthäler, localizada em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul. Com o projeto “Aprender e compartilhar-Escola inovadora” a gaúcha, conseguiu garantir os votos dos jurados.

O evento produzido pelas fundações Roberto Marinho e Victor Civita ocorreu em São Paulo e foi apresentado por Sandra Annenberg e Thiago Lacerda. O prêmio também contou com apresentações e shows de Arnaldo Antunes e Karol Conka, na Sala São Paulo, centro da capital.

Em seu discurso de premiação, Joice ressaltou a importância do coordenador pedagógico, que é muitas vezes esquecido nas escolas, porém é quem “ilumina os professores”. Além disso, a coordenadora incentivou os educadores a acreditarem na educação e se conscientizarem que estão no caminho certo.

Prêmio Educador nota 10: O projeto Aprender e Compartilhar

Joice Lamb – foto: Reprodução TV Globo

Joice Lamb, afirmou que se assustou ao entrar na escola pela primeira vez. Além de estar localizada em um bairro violento, a unidade apresentava diversas questões relacionadas à indisciplina, reprovações e defasagem de séries e idade entre os alunos. As ações desenvolvidas tiveram como objetivo solucionar esses problemas.

Para isso, Joice e sua equipe formularam projetos para unir alunos de idades distintas e estimular o senso crítico e a criatividade dos estudantes. Como resultado, toda a escola foi modificada por essas ações, e a coordenadora afirma que não há mais pichações, já que os discentes encontraram outras maneiras de expressar as suas opiniões.

Segundo Joice, o trabalho em grupo foi muito importante para o sucesso e disse que aprendeu a ouvir os professores e alunos e tentou transformar o que era fala em ação e a ação em projetos. O projeto vencedor demonstra o quanto atividades pedagógicas e outras estratégias podem agregar melhorias para a comunidade escolar.

Vencedora pelo voto popular

Pela votação popular, a vencedora do ano foi Patrícia Barreto. Professora de Português do Instituto Federal do Rio Grande do Norte, Patrícia apresentou o projeto Argument(ação): protagonismo juvenil.

Ao discursar, a potiguar destacou que acreditava na realização de sonhos e na transformação de vidas através da qualidade de ensino dos institutos federais. Além disso, dividiu a premiação recebida com todos os seus alunos.

O prêmio Educador Nota 10 é a principal premiação da Educação Básica Brasileira e tem o apoio de diversos órgãos como a UNICEF, a Rede Globo e o Instituto Rodrigo Mendes.

Compartilhe