Quando se deseja abrir um negócio, uma infinidade de fatores devem ser analisados com bastante cuidado. Com relação a empreendimentos na área da saúde essas especificações se tornam ainda mais rigorosas. É necessário realizar uma série de registros, providenciar o alvará de funcionamento, além de planejar sobre a estrutura organizacional, adquirir equipamentos de qualidade e contratar profissionais capacitados para atender seus clientes.

Por lidar diretamente com diagnósticos é imprescindível que laboratórios de análises clínicas, por exemplo, atendam perfeitamente a essas normas impostas pelos órgãos públicos. Esses laboratórios são estabelecimentos que auxiliam no diagnóstico e tratamento de doenças. Fornecem diversos serviços e utilizam uma série de tecnologias para garantir a precisão de seus resultados.

Optar por equipamentos qualificados é essencial para o sucesso de uma empresa nessa área de atuação. Além disso, ser proprietário de um laboratório completo, capaz de realizar uma infinidade de exames é importante para se destacar da concorrência. A fim de informar sobre os equipamentos mais importantes na construção de um laboratório de análises clínicas, listamos abaixo os mais utilizados e as suas principais funções.

Os 19 equipamentos mais utilizados em laboratórios de análises clínicas

1. Agitadores

Agitador-Magnético-Com-Aquecimento-4-Litros-752A-Fisatom.jpg

Utilizados para homogeneizar soluções. São diversos os tipos e cada um tem uma função específica. Os magnéticos são utilizados em líquidos menos viscosos, já os agitadores com hélice são usados para solubilizar conteúdos mais viscosos. Os do tipo vortex são exclusivos para tubos. Há também as mesas agitadoras, que são destinadas a soluções com volumes maiores.

2. Analisador de bioquímica

Fornece análises bioquímicas das amostras, é capaz de dosar componentes que estão relacionados ao metabolismo do corpo humano. Esses aparelhos são altamente automatizados e utilizam alguns reagentes específicos para gerar seus resultados.

3. Microscópios

Para analisar pequenas estruturas esses equipamentos são essenciais. São diversos os modelos e funções. Em análises clínicas, o mais utilizado é o óptico. Esse possui lentes que aumentam o tamanho dos componentes da amostra, utilizando um feixe de luz. Há ainda os microscópios eletrônicos que utilizam feixes de elétrons e que são mais utilizados na área científica.

4. Autoclave

É utilizada para desinfectar e esterilizar materiais que não são descartáveis, como vidrarias. Seu funcionamento se dá graças a utilização do vapor sob pressão. Há também alguns modelos que utilizam produtos químicos no processo de esterilização.

5. Balanças

São equipamentos utilizados para realizar medições de forma precisa. Em geral, utiliza-se nos laboratórios as balanças analíticas ou semianalíticas. Sendo a primeira utilizada para pesagens que exigem maior precisão.

6. Banho-maria

São capazes de aquecer materiais a uma temperatura não tão alta, impedindo que estes percam as suas propriedades. Dessa forma, as amostras são aquecidas de forma gradual e segura para sua composição.

7. Capela

 

É utilizada para manipulação de produtos tóxicos à inalação. Sua principal função é exaustar o vapor desses produtos para fora do ambiente do laboratório. Seu mecanismo de ação impede que gases do seu interior saiam para o ambiente externo.

8. Centrífugas

Centrífuga Microhematócrito 24 tubos SH 120-1 Coleman

Importantes para separar amostras que contenham sólidos e líquidos em solução. Por possuírem densidades distintas os componentes podem ser dissociados através da rotação. Dependendo daquilo que se deseja adquirir para estudo é válido analisar a quantidade de rotações por minuto e o tempo de rotação.

9. Contadores celulares

Contador Diferencial de Células CCS-02

São utilizados para contagem celulares e também para testes de viabilidade celular. São capazes também de reportar ao usuário a distribuição dos tipos celulares e o tamanho das células presentes na amostra utilizada. Sendo assim, são essenciais para dosagem de células em um hemograma, por exemplo.

10. Deionizador

Em alguns processos dentro do laboratório é necessário a utilização de água extremamente pura, para que não haja interferência nos resultados. O deionizador é responsável por filtrar os sais minerais presentes na água, fornecendo a água da forma mais pura possível.

11. Destilador de água

A água destilada é utilizada de muitas formas dentro de um laboratório. Pode ser usada como solvente, como reagente ou na limpeza de equipamentos e vidrarias. O destilador é importante por retirar os contaminantes e impurezas da água comum.

12. Estufas

Estufa de esterilização e secagem analógica SX 1. A Sterilifer
As estufas podem ser utilizadas para o cultivo de células e também para esterilização de materiais. São equipamentos que mantêm uma certa temperatura e nível de CO2 constantes, fatores indispensáveis para um crescimento celular saudável, por exemplo.

13. Fluxo laminar ou cabine de segurança biológica

Um pouco diferente da capela, além de proteger o manipulador de alguma toxicidade ou infecção, o fluxo laminar protege a amostra de contaminantes externos. Seu interior é estéril devido ao ar que é filtrado por filtros HEPA (de alta eficiência) que garantem a pureza do local. Além disso utiliza-se lâmpadas ultravioletas em seu interior que são eficazes contra diversos tipos de micro-organismos.

14. Marcador de tempo (timer)

Um produto simples que não deve ser esquecido é o timer. Em algumas análises é necessário um tempo de ação muito específico e um equipamento como esse facilita e muito a marcação desses períodos.

15. pHmetro

Como o próprio nome sugere, esse aparelho é usado para aferições do pH de soluções. É um importante equipamento já que alterações mínimas no pH são capazes de alterar por completo alguns sistemas biológicos.

16. Pipetadores

São produtos destinados a confinar volumes específicos no interior de uma pipeta. Podem ser automáticos ou manuais e são indispensáveis em um laboratório.

17. Pipetas

É utilizada para transportar líquidos entre recipientes. São diversos os tipos e cada um para uma finalidade. Em laboratórios de análises clínicas as mais utilizadas são as graduadas, que possuem graduações ao longo do seu corpo, sendo possível mover uma quantidade específica de um líquido.

Há ainda as pipetas automáticas, também muito usadas. Esse tipo é fundamental para pipetar líquidos de volumes pequenos com maior exatidão, já que o próprio manipulador pode definir a quantidade de líquido que será transportado.

18. Placa aquecedora

É utilizada para aquecer ou ferver rapidamente líquidos ou compostos que necessitam de um aquecimento. Muito utilizada no laboratório já que para algumas reações químicas ocorrerem é necessária uma temperatura específica de ação.

19. Tubos e vidrarias

São instrumentos em vidro muito utilizados para transportar líquidos e soluções. São destinados também à realização de ensaios, reações químicas ou medir volumes de líquidos.

E você utiliza alguns desses equipamentos no dia a dia do seu laboratório?

Compartilhe